Casal é executado com vários tiros dentro de carro

De acordo com o Tenente Moraes da 66ª CIPM, o casal foi executado com vários tiros, possivelmente de calibres diferentes.

Um homem e uma mulher foram assassinados na manhã desta quinta-feira (8) na Praça do bairro Santo Antônio dos Prazeres, em Feira de Santana. Eles estavam dentro de um veículo IX 35, placa NYX-6998, licença de Catu.

Fotos: Ney Silva / Acorda Cidade
As vítimas foram identificadas como Lucas Correia Pinheiro, 32 anos, que é ex-policial militar e filho de um policial civil da cidade da Catu, e Lorena Rios Araujo, 28 anos. 

Duas viaturas da Polícia Militar foram acionadas e fizeram o isolamento do local do crime. De acordo com o Tenente Moraes da 66ª CIPM, o casal foi executado com vários tiros, possivelmente de calibres diferentes.

“Preservamos o local do crime e estamos colhendo preliminarmente as informações da população. Segundo algumas pessoas, foram homens encapuzados, utilizando armas de grosso calibre, que praticaram o crime. Não há informações sobre os dados do veículo utilizado pelos criminosos”, informou.

Fotos: Ney Silva / Acorda Cidade
O tenente disse também que próximo ao local do crime há uma câmera de segurança e caso esteja funcionando vai ajudar nas investigações para chegar aos autores do crime. “É um ângulo privilegiado e pode ajudar muito”, disse.

Fotos: Ney Silva / Acorda Cidade
Segundo a polícia, foram apreendidos 8 cartuchos de escopeta calibre 12 e 15 cartuchos de pistola ponto 40, sendo que o tiro de escopeta explodiu o crânio. 

Bala perdida

Um homem identificado como Adones Crispiniano dos Santos, 29 anos, que estava no ponto de ônibus foi atingido por um dos tiros na região do tórax e foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).

O levantamento cadavérico foi presidido pelo delegado Fabrício Linard, titular da delegacia de homicídios. Neste mês de fevereiro, 12 homicídios já foram registrados em Feira de Santana.

Fotos: Ney Silva / Acorda Cidade
Fotos: Ney Silva / Acorda Cidade
Com informações dos repórteres Ney Silva do Acorda Cidade e Carlos Valadares do programa Nas Ruas e Na Polícia

Postar um comentário

0 Comentários