Tricolor na Libertadores e Flamengo campeão brasileiro: Grêmio vence o Palmeiras

Pepê, nos acréscimos, marcou o gol da vitória gremista em São Paulo


O Grêmio estará na Libertadores de 2020. A classificação matemática veio neste domingo (24), depois de vencer o Palmeiras em São Paulo por 2 a 1, com gol de Pepê marcado no final da partida. Quem também comemorou o resultado foi o Flamengo que, um dia depois de conquistar a América, foi ajudado pela vitória tricolor e, mesmo sem entrar em campo, se sagrou campeão brasileiro.

Para seguir sonhando com a taça, os palmeirenses precisavam vencer e, por isso, tomaram a iniciativa, apostando na velocidade de Dudu às costas dos laterais gremistas. Assim, aos três minutos, o atacante contou com uma cena inusitada, uma furada de Geromel, para servir Borja. A sorte gaúcha é que o colombiano chutou para fora. Aos 11, foi a vez de acertar um cruzamento na cabeça do volante Thiago Santos, que também errou o alvo.

Apesar de ter maior posse de bola, o Grêmio não criou uma única chance de gol na primeira etapa. Além de não conseguiu furar a bem postada defesa palmeirense, a equipe ainda se mostrou suscetível a contra-ataques. Aos 29, a defesa voltou a vazar quando, em cobrança de escanteio, Vitor Hugo concluiu sem força contra a meta gremista. Por fim, antes do intervalo, Dudu bateu cruzado de fora da área, mas a bola passou entre o goleiro Paulo Victor e o meia-atacante Zé Rafael, saindo pela linha de fundo.

Na volta do vestiário, o Grêmio teve a chance de mudar o cenário. Com 10 minutos, Tardelli foi lançado e, mesmo com erro do zagueiro palmeirense, demorou demais para passar a bola para Everton, desperdiçando uma chance de ouro. O Tricolor era o dono das ações, mas não conseguia furar o bloqueio. Por isso, aos 21, Maicon arriscou chute de longe, que Weverton encaixou.

Era o sinal de que o gol estava próximo de acontecer, e ele veio aos 23 minutos com o artilheiro gremista da temporada: Everton. Primeiro, ele invadiu a área e acabou derrubado por carrinho Gustavo Gómez. Foi o próprio Cebolinha quem cobrou a penalidade, forte e rasteiro no canto direito.

Os donos da casa tentaram reagir imediatamente, com Bruno Henrique batendo de primeira, da entrada da área. A bola, no entanto, foi no meio do gol, onde estava Paulo Victor. Aos 33, foi a vez de Lucas Lima pegar rebote de escanteio. Mas Kannemann desviou no meio do caminho, evitando o empate.

Os gremistas só não contavam com a ação inexplicável de Cortez que, aos 36, se jogou sobre as costas de Dudu, cometendo um pênalti bobo. Coube ao capitão palmeirense, Bruno Henrique, deixar tudo igual no marcador. O resultado só não foi pior porque Paulo Victor, já nos minutos finais, salvou o Tricolor de sofrer o gol da virada pelos pés de Lucas Lima. 

Quando o empate parecia certo, Michel descolou passe certeiro para Pepê que, na cara de Weverton, chutou por cobertura para o fundo das redes. Nos acréscimos, 2 a 1. 

Fonte: GauchaZh

Postar um comentário

0 Comentários