Pastores brasileiros são detidos em Portugal acusados de tráfico de pessoas

Segundo investigações, os cidadãos estrangeiros, entre os quais crianças, eram sujeitos ao pagamento de quantias de dinheiro para a organização religiosa


O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) prendeu nesta quinta-feira (09) três pastores evangélicos brasileiros, dois homens e uma mulher, acusados de tráfico de pessoas e auxílio à imigração ilegal.

Segundo o órgão, durante a operação foram encontradas 30 pessoas estrangeiras, da América do Sul, que estavam alojados em diferentes locais de culto, em condições precárias. Não foram divulgados os nomes dos detidos nem da igreja.

“Para além das condições de trabalho, alojamento e salubridade em que foram detetados, os cidadãos estrangeiros, entre os quais crianças, eram sujeitos ao pagamento de quantias de dinheiro para a organização religiosa”, diz nota da SEF.

A maioria se encontrava em situação irregular em Portugal e havia migrado para o país atraída pela organização religiosa brasileira.

Em entrevista ao jornal português Público, o diretor central de investigação do órgão, Gonçalo Rodrigues, disse que as investigações começaram há três meses após uma denúncia sobre atividades “enquadradas na prática de tráfico de seres humanos”. “Havia ali claramente indícios de exploração”, disse.

Fonte: Exame

Postar um comentário

0 Comentários