Postagem Início

Casa onde jovem foi morto no Rio de Janeiro tem 72 marcas de tiros


A violência da ação policial que matou o menino João Pedro Matos Pinto, de 14 anos, é visível dentro da casa que ele morava em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. O local tem pelo menos 72 marcas de disparos. A contagem foi realizada por líderes comunitários da região.

Na última quarta-feira (20), o pai do adolescente, Neilton Matos, negou a versão de que criminosos tenham invadido a residência, como sustentam os policiais que participaram da operação.

"A polícia quer forjar uma situação. Não tinha bandido. Entraram na casa e atiraram duas granadas. Além dos tiros. Só tinha adolescentes de família", disse, em entrevista ao programa “Encontro com Fátima Bernardes”, da TV Globo.

De acordo com a versão contada à Polícia Civil pelos agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) que participaram da operação, traficantes teriam invadido a casa, atirado e jogado granadas contra os policiais, que revidaram.

"Quem tirou o sonho do meu filho foi a polícia. João Pedro não estava na rua em confronto. Estava dentro de uma casa, de um lar. Ninguém tem o direito de entrar na casa de alguém e tirar a vida de um jovem de 14 anos", lamentou o pai.

O delegado Allan Duarte, da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, que investiga o caso, já ouviu o depoimento de três policiais civis e de duas testemunhas.

Fonte: Bahia Notícias
Casa onde jovem foi morto no Rio de Janeiro tem 72 marcas de tiros Casa onde jovem foi morto no Rio de Janeiro tem 72 marcas de tiros Reviewed by Brecheiro Notícias on 21.5.20 Rating: 5

Nenhum comentário

Postagem Fim

Perfil do Autor

Imagem Link [https://1.bp.blogspot.com/--RbhQptrMes/Xsl59kHdU-I/AAAAAAAAJnk/lSPGXG2diSU1sDj0mGCbdhT2s8sKOKCTgCK4BGAsYHg/Sem%2Bt%25C3%25ADtulo-1.png] Nome do Autor [Brecheiro Notícias] Descrição do Autor [brecheironotícias@outlook.com] Facebook Username [brecheironoticias1] Twitter Username [#] GPlus Username [#] Pinterest Username [#] Instagram Username [brecheironoticias]